GNR reforça patrulhamento de zonas residenciais

Operação Residência Segura gnrA Guarda Nacional Republicana (GNR) vai reforçar o patrulhamento entre hoje e 15 de março junto das zonas residenciais e sensibilizar os cidadãos para que adotem procedimentos de segurança. O objetivo é prevenir situações de furto e roubo nas suas residências.

A GNR considera que apesar dos crimes de furto e roubo em residência ocorrerem em diversos períodos do dia e dias da semana, existe uma especial preponderância nos dias úteis e no período da tarde, quando as pessoas estão ausentes das suas residências por se encontrarem nos seus empregos.

Em 2018, a GNR, registou 175 situações de roubos em residências, dos quais, cerca de 61% visaram pessoas idosas. No ano transato dos cerca de 7 mil furtos ocorridos em interior de residência, 32% tiveram origem em mero descuido dos proprietários.

A GNR aconselha por isso a adoção de comportamentos preventivos para contribuir para a redução desta criminalidade, tais como:

  • Não abrir a porta de casa, nem a do prédio, sem ter a certeza quem são as pessoas;
  • Ao sair de casa, fechar bem todas as janelas e trancar sempre as portas e portões de acesso;
  • Guardar num local seguro todas as cópias das chaves da sua residência;
  • Colocar um óculo e uma corrente de segurança na sua porta; durante a noite, mesmo estando em casa, trancar todas as janelas e portas;
  • Não deixar escritos na porta, janela ou caixa do correio, que indiciem ausência;
  • Não deixar acumular correspondência na caixa do correio e coloque na mesma uma fechadura segura;
  • Aos moradores do rés-do-chão e do 1.º andar, é recomendada a instalação de sistemas de segurança nas janelas;
  • Iluminar bem todas as entradas;
  • Ao notar presenças estranhas nas redondezas da sua casa, confirmar as suspeitas. Em caso de dúvida, ligue para a GNR;
  • Caso haja confronto com um assaltante em casa, manter a calma, não discutir, nem confrontar. Memorizar as feições e a roupa do assaltante para as descrever às autoridades;
  • Ter sempre à mão os números de telefone do posto da GNR da área da sua residência. Em caso de emergência, ligue o 112.

A GNR,  com o empenhamento das suas Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário, da sua estrutura de Investigação Criminal e dos militares afetos aos Postos Territoriais, vão promover o contacto direto com os cidadãos, distribuindo um folheto alusivo à operação “Residência Segura.