Futuro Hospital Central do Alentejo aprovado em Conselho de Ministros

ARSALENTEJO eVORAO Conselho de Ministros aprovou ontem, o projeto de investimento para o futuro Hospital Central do Alentejo em Évora. O projeto faz parte do investimento público previsto no orçamento de Estado de 2019 e no Programa de Estabilidade 2018-2022.

A necessidade deste projeto data do ano de 2006 e cumpre o Programa do Governo no que diz respeito ao reforço do desempenho do Serviço Nacional de Saúde, que visa melhorar a igualdade e qualidade no acesso aos serviços de saúde, numa ótica de proximidade com os cidadãos e em defesa do Estado Social.

O Hospital Central do Alentejo, em Évora, consubstancia uma iniciativa essencial para a obtenção de ganhos de racionalidade e eficiência no desempenho e funcionamento da rede hospitalar no Alentejo”, realçou o Governo, no comunicado final da reunião do Conselho de Ministros. O projeto vai ter “importantes benefícios para as populações ao nível da modernização e da qualidade de prestação de cuidados de saúde”.

O projeto de financiamento para o novo Hospital Central do Alentejo é apresentado hoje, às 16 horas, em Évora

A cerimónia será presidida pelo primeiro-ministro, António Costa, e na qual participam também os ministros da Saúde e do Planeamento e Infraestruturas, Marta Temido e Pedro Marques, respetivamente, vai ter lugar nas instalações do Hospital do Espírito Santo de Évora.

No início do ano 2018, em Évora, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que uma proposta de dotação de 40 milhões de euros para o arranque da construção da nova unidade hospitalar.