Termina hoje o 14.º Congresso da Água – Gestão dos Recursos Hídricos em Évora

congresso águaA APRH, com o apoio do seu Núcleo Regional do Sul, organiza o 14.º Congresso da Água em Évora, dedicado ao tema “Gestão dos Recursos Hídricos: Novos Desafios”.

A Gestão de Recursos Hídricos e os Novos Desafios, como os que se relacionam com os
Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas, nunca
deixaram de ser atuais ao longo do tempo e a realidade do dia a dia reforça essa ideia.

De facto, assegurar a disponibilidade de água e o saneamento para todos, alcançar a se-
gurança do abastecimento, promover o crescimento económico sustentado, assegurar energia a custos acessíveis, tornar as cidades resilientes, promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, das florestas e dos recursos marinhos e combater as mudanças climáticas e os seus impactos são novos, mas há problemas antigos que continuam por resolver na sua totalidade.

Por outro lado, as questões como a qualidade das massas de água, as reservas estratégi-
cas de Recursos Hídricos superficiais e subterrâneas, os fenómenos extremos, de escassez, seca e inundações, a utilização dos Recursos Hídricos para fins múltiplos, o apoio no combate aos incêndios, vêm reforçar a importância da defesa e da promoção dos Recursos Hídricos, tal como a APRH sempre defendeu desde 1977.

Neste contexto o Congresso da Água constitui o fórum certo para debater a Gestão dos
Recursos Hídricos a vários níveis exigindo mudanças organizativas e ações que minimizem esses problemas no futuro.

Esta necessidade de uma Gestão dos Recursos Hídricos mais organizada e eficiente ao nível dos vários usos, exige de uma discussão continuada que, estamos certos, ocorrerá neste 14.º Congresso da Água.

Neste enquadramento a Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH) convida
todos os seus associados bem como a restante comunidade técnico-científica para este
fórum de debate que permitirá ajudar todos os intervenientes na Gestão dos Recursos Hídricos a encontrarem soluções e bases científicas convincentes para a resolução dos problemas ainda existentes. Este convite é extensível aos países de expressão portuguesa que, com as suas experiências próprias, enriquecem sempre os Congressos da Água.