Produção de arroz deste ano pode estar em risco devido à seca

arrozOs produtores de arroz de Alcácer do Sal, no Vale do Sado, receiam não poder cultivar em 2018 caso a seca de prolongue, depois de este ano terem reduzido «20 a 30%» da área semeada.

A redução da quantidade de água armazenada nas barragens de Pego do Altar e de Vale do Gaio, que abastecem os produtores de Alcácer do Sal, nota-se «desde há três anos».

Vitor Proeça, Presidente do municipio de Alcácer do Sal, fala-nos destas preocupações.

Esta redução levou os produtores a semear arroz em menos «10 a 15%» da área em 2016 e «20 a 30%» em 2017, de um total de «5.500 a 6 mil hectares».

Prestes a terminar a campanha de arroz, semeado nos meses de abril e maio e colhido entre setembro e novembro, a preocupação dos produtores é que este ano, não seja possível haver produção de arroz.

Oiça as declarações nos noticiários.