Governo investe em seis albufeiras no Alentejo

Barragem-AlentejoO Governo anunciou um investimento de 3.5 milhões de euros em oito albufeiras, seis delas no Alentejo: Divor (Arraiolos), Apartadura (Marvão), Póvoa e Meadas (Castelo de Vide), Monte da Rocha (Ourique), Roxo (Aljustrel) e Pego do Altar (Alcácer do Sal).

Este investimento prende-se numa intervenção de limpeza para aumentar e melhorar a capacidade de armazenamento de água. João Matos Fernandes, Ministro do Ambiente, explicou que serão removidos sedimentos das albufeiras, nomeadamente “nutrientes e  matéria orgânica, responsáveis pela degradação natural da qualidade da água”.

“Nas albufeiras, há sempre uma parcela de água a que chamamos de volume morto, isto é, aquele volume que está mesmo no fundo da albufeira e onde existem muitos nutrientes e é difícil, caro e complexo poder utilizar essa água para ser tratada e distribuída”, explicou João Matos Fernandes, que considera estas intervenções “da maior importância”, para garantir que o país tenha, no próximo verão, maior capacidade e melhor qualidade de água nas albufeiras.