Évora vai ter Laboratório Vivo para Descarbonização

Sem TítuloÉvora é uma das 12 cidades portuguesas que vai receber um Laboratório Vivo para a Descarbonização, anunciou o Governo Português. O município vai receber 80 mil euros do Governo para este laboratório.

Para além de Évora, Almada, Seixal, Águeda, Matosinhos, Figueira da Foz, Maia, Loulé, Mafra, Alenquer, Barcelos e Braga, vão também receber este laboratório, depois de terem apresentado uma candidatura ao Fundo Ambiental, ao qual acorreram 35 cidades, sendo que destas três foram excluídas por não cumprirem as regras de elegibilidade e as restantes foram analisadas com base em critérios de excelência, inovação e impacto.

Com o projeto pretende-se fomentar a descarbonização das cidades através de soluções tecnológicas que aumentem a eficácia e reduzam o consumo de energia, contribuindo para criar cidades inovadoras, sustentáveis e inclusivas, que melhorem a qualidade de vida dos cidadãos.

A primeira fase deste aviso do Fundo Ambiental tem uma dotação orçamental de um milhão de euros, a dividir pelas 12 candidaturas, que vão receber o montante fixo de 80 mil euros cada.