Ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, participou no Seminário “Coesão Territorial e Interculturalidade” em Vendas Novas

vnovasO Ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, esteve em Vendas Novas no passado sábado, dia 26 de novembro, onde participou no Seminário “Coesão Territorial e Interculturalidade”.

Estiveram também presentes a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, o Coordenador Adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, João Paulo Catarino e a Coordenadora Nacional do Programa Escolhas, Luísa Malhó.

A iniciativa começou com a palavra do Presidente da Câmara Municipal, Luís Dias, a dar as boas-vindas aos presentes e enquadrar o encontro que assinalou o primeiro ano do XXI Governo Constitucional e cujo tema se centrou no Programa Escolhas, contando com a apresentação do impacto do projeto “MovimentARTE – E6G por parte da sua coordenadora, Magda Camacho, e na experiência de acolhimento de refugiados por parte da Cruz Vermelha – Centro Humanitário de Évora, explicada pelo técnico Hugo Coelho.

O encerramento foi feito pelo Ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, que valorizou o papel das instituições que deram conta do trabalho desenvolvido. Dirigiu-se ao Alentejo e a Vendas Novas para afirmar pela positiva o interior do país, dando exemplos de concretizações bem-sucedidas, como é o caso da zona industrial de Vendas Novas. Realçou também a importância do Programa Nacional para a Coesão Nacional, onde medidas como o apoio até 85% dirigidos à criação ou expansão/modernização de micro e pequenas empresas existentes, a reativação de tribunais encerrados e reclassificação de seções de proximidade e os incentivos à fixação de médicos no interior, que pretendem criar o ambiente e as condições favoráveis à fixação de pessoas e assegurar uma nova vitalidade e uma prosperidade sustentável nas regiões do interior.