Samsung Galaxy Note 7 risco de incêndio “queima” a marca?

Gigante sul-coreano mandou os utilizadores desligar os telemóveis Galaxy Note 7 devido ao risco de incêndio. O modelo deixa de ser comercializado.

Sem conseguir resolver os problemas iniciais e com a continuação de casos de sobreaquecimento e explosão, a Samsung pediu aos retalhistas para deixarem de vender ou de trocar o Galaxy Note 7. Aos utilizadores a Samsung pede que desliguem os telemóveis.

Ninguém sabe que repercussões que este caso pode ter para a empresa que hoje lidera as vendas de smartphones.

A questão é: «qual é a credibilidade do líder nas vendas de telefones inteligentes que lançou um modelo que explode? »