Reposição de freguesias de Montemor-o-Novo em debate

ConferenciaImprensaMontemor5MaioMontemor-o-Novo assinou ontem, dia 5 de maio, uma petição Pública como forma de luta contra a extinção, e consequente agregação de cinco Freguesias transformadas em duas Uniões de Freguesia.

Ouvir aqui Reportagem

Quer a população quer os políticos da cidade mostraram-se contra a agregação em duas Uniões de Freguesia das Freguesias de Nossa Senhora da Vila, Nossa Senhora do Bispo, Silveiras, Cortiçadas de Lavre e Lavre.

Hortênsia Menino, Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo afirma que este resultado não dependa da vontade da autarquia, “a população do concelho de Montemor foi confrontada com uma reforma administrativa que resultou de um processo imposto pelo governo português. A autarquia sempre apoiou todas as iniciativas oportunas para inverter este processo”.

 António Danado, Presidente da Junta de Nossa Senhora da Vila, Nossa Senhora do Bispo e Silveiras afirma que a luta contra a extinção das cinco freguesias continua, “hoje fazemos o lançamento da petição pública e o lançamento oficial da campanha com vista à reposição das freguesias do nosso concelho. Assumimos como um dos pontos principais do nosso programa eleitoral, a luta pela reposição das freguesias e entendemos que é o momento certo para lançar de novo esta luta”.

José Maria Barroso Fernandes presidente da União de Freguesias de Cortiçadas de Lavre e Lavre, “a reposição das freguesias é sem dúvida uma exigência da população em geral, quer dos eleitos quer dos eleitores também. A população tem vontade de repor as freguesias, esperamos que isto aconteça e estamos em condições de exigir que em 2017 as freguesias se apresentem ao eleitorado de forma a que cada freguesia seja uma só”.

A petição pública foi assinada no auditório da União de Freguesias de Nossa Senhora da Vila, Nossa Senhora do Bispo e Silveiras ontem, dia 5 de maio.