Taxas moderadoras vão baixar dois euros nas urgências

SaudeAs taxas moderadoras vão baixar 50 cêntimos nos centros de saúde e dois euros nas urgências.

“A taxa será mais económica no médico de família, 4,5 euros (atualmente é 5 euros) do que no hospital, 7 euros (agora a consulta da especialidade custa 7,75). No hospital de dia não se paga taxa no ato mas paga-se nos exames de diagnóstico (até 25 euros) e a ideia é isentar completamente esta linha”, explicou ontem Fernando Araújo, secretário de Estado adjunto e da Saúde.

Segundo o governante, também os dadores de sangue e os bombeiros ficarão isentos de taxas moderadoras.

O governante prevê que as novas medidas entrem em vigor em abril.

Nas urgências polivalentes, baixa-se de 20,6 euros para 18 euros e nas médico-cirúrgicas, de 18 para 16 euros.

Nas urgências básicas, a diminuição é de 15,45 para 14 euros.