Conversa em Dia com Mara Constantino

decoQuase 30 mil famílias portuguesas pediram, em 2015, apoio ao Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da Deco.

“O desemprego continua a ser a principal causa na origem das dificuldades financeiras das famílias (31%), seguido da deterioração das condições laborais (27%), sobretudo devido aos cortes nos salários e pensões, e as penhoras (13%)”, referiu Mara Constantino, jurista na delegação de Évora da DECO e convidada na edição de hoje da “Conversa em Dia”.

Ouvir aqui “Conversa em Dia”

A jurista refere que em 2015 destaca-se também “o aumento das penhoras dos rendimentos e dos bens das famílias. As penhoras representavam, em 2014, 6% das causas para o sobre-endividamento e no ano passado 13%”.

Segundo a Deco, 66% das famílias que pediram ajuda ao GAS em 2015 já estavam em incumprimento, sendo que em 2014 a média era de 63%.