Alentejo um dos destinos com mais bens classificados pela Unesco

unescoO Alentejo pode, ainda este ano, passar a ser um dos destinos com mais bens classificados pela UNESCO, caso a candidatura do fabrico português de chocalhos venha a ser aprovada.

“A candidatura, tal e qual como a das Festas do Povo, foi apurada há muitos anos; Portugal candidatou a Paris, ao nível da UNESCO, foi aceite e será apreciada em novembro”, adianta António Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo.

“Fazemos figas para que tenhamos, no próximo ano, a arte chocalheira de Alcáçova classificada como património”, alega, esperançoso, Ceia da Silva. Caso se concretize, “o Alentejo passa a ser o destino com mais bens classificados pela UNESCO e depois teremos, com certeza, no ano a seguir, a Festas do Povo de Campo Maior”, garante.

A candidatura do fabrico português de chocalhos a Património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente é avaliada em novembro na Namíbia, local onde decorre a reunião da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.