Conversa em Dia com Inês Villa-Lobos

Ines_Villa_LobosInês Villa Lobos é montemorense, é farmacêutica de profissão mas foi no fado que encontrou a sua grande paixão, nos últimos anos da faculdade e por influência do irmão. À RNA, Inês Villa-Lobos confessou que inicialmente “não ligava nenhuma ao fado”.

Há alguns anos lançou o seu primeiro e único álbum intitulado “Fado”, composto por 14 temas. De acordo com a fadista “foi um cd, uma edição de autor, quer dizer que é a título pessoal, não teve nenhuma editora por trás”.

Ouvir aqui Conversa em Dia

Para além de fadista Inês Villa-Lobos é farmacêutica e mãe de família. Conciliar todas as vertentes da sua vida “é um pouco complicado”. Para Inês “o fado é um escape, um modo de gastar a energia numa atividade completamente diferente”. 

Como principais referências no fado aponta os nomes de Amália Rodrigues e Teresa Tarouca. Sobre a nova geração de fadistas considera “muito bom haver novas vozes”.