Associação de Futebol de Setúbal introduz cartão branco

cartao_brancoA Associação de Futebol de Setúbal anunciou a introdução do cartão branco em seis campeonatos distritais de futebol nos escalões de benjamins e infantis, tornando-se assim na primeira associação de Portugal a fazê-lo.

No site oficial da Associação de Futebol de Setúbal, pode ler-se que a partir do mês de Março será lançado este “projeto-piloto do Cartão Branco/Fairplay e os prémios Fairplay”.

A introdução do cartão branco resulta da parceria com o Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED), do Instituto Português do Desporto e Juventude, a Confederação das Associações de Juízes e Árbitros de Portugal (CAJAP), e a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), e tem como objetivo “enaltecer condutas eticamente corretas” de jogadores e dirigentes desportivos e espetadores, sendo que, para já, os contemplados com esta medida serão os escalões de benjamins e infantis.

A decisão da amostragem do cartão branco cabe aos árbitros, que não têm um limite para o número de vezes que o poderão exibir. No final do campeonato serão atribuídos prémios de ‘fairplay’ à equipa que tenha ‘colecionado’ um maior número de cartões brancos.

Recentemente, a introdução do cartão branco tem vindo a ser defendida pelo presidente da UEFA, Michel Platini, como forma de penalizar atitudes eticamente reprováveis dos jogadores, que são do desagrado dos adeptos, ideia que no entanto tem sido `rejeitada’ pela FIFA, que não parece disposta a efetuar mudanças radicais no regulamento da modalidade.