IMI: Montemor-o-Novo com taxa mínima. Évora com taxa máxima

IMIA grande maioria das autarquias do país optou por manter inalteradas as taxas do Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI) este ano, sendo que quase metade cobrará a taxa mínima de 0,3%. Apenas 11% cobram o valor mais elevado de 0,5%.

A Câmara Municipal de Montemor-o-Novo aprovou a redução da Taxa de IMI para o valor mínimo.

O município de Évora vai aplicar a taxa máxima por conta do Programa de Apoio à Economia Local (PAEL). Carlos Pinto de Sá esclarece ainda que os grandes aumentos no valor de IMI cobrado aos proprietários “tem a ver com a reavaliação dos imóveis que foi feita pelo Estado”.

A autarquia de Vendas Novas vai manter a taxa de 0,34% aplicada em 2014.

O município de Mora vai manter a taxa mínima de 0,3%, aplicando a taxa máxima de 0,5% para os prédios que ainda não foram avaliados e prédios devolutos.

A autarquia de Coruche reduziu a taxa de IMI de 0,4% para 0,35%, uma redução de cinco décimas.

O município de Viana do Alentejo vai manter a taxa mínima de 0,3%, por forma a dar resposta às dificuldades económicas das famílias do concelho.

Vila Viçosa é outra das autarquias que vai aplicar a taxa mínima. A autarquia aprovou a redução do imposto de 0,32% para 0,3%.