Frio: Autoridade Nacional de Protecção Civil deixa alertas

frioA Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) emitiu um aviso à população devido às previsões de tempo frio para os próximos dias.

Em comunicado, a ANPC refere que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma “diminuição progressiva da temperatura mínima nos próximos dias, com condições de tempo frio e seco e acentuado arrefecimento nocturno”.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera esta descida das temperaturas deve-se à passagem de uma massa de ar frio polar, e de acordo com as previsões só deverão voltar a subir a meio da próxima semana.

Face às previsões meteorológicas, a ANPC chama a atenção para a possibilidade de piso rodoviário escorregadio devido à formação de geada, em especial nas regiões do interior, intoxicações por inalação de gases e incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou avarias em circuitos eléctricos.

A Protecção Civil diz também que é necessário ter “especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo”, recomendando ainda especial atenção aos aquecimentos com combustão, como braseiras e lareiras, uma adequada ventilação das habitações e a não utilização de dispositivos de aquecimento durante o sono.

Na nota, a ANPC destaca também as recomendações da Direcção-Geral da Saúde, nomeadamente que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, o uso de várias camadas de roupa, a ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool, que proporciona uma falsa sensação de calor.