Greve dos profissionais de saúde no distrito de Évora com adesão expressiva

greveOs Assitentes Operacionais e Administrativos do setor da saúde do distrito de Évora estiveram em greve durante o dia de ontem. Segundo comunicado remetido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões autónomas, “apesar das pressões e intimidações várias” para que esta greve não se realizasse, a adesão foi expressiva no Hospital de Évora, levando ao condicionamento de alguns serviços.

A greve também se fez sentir nos centros de saúde, um pouco por todo o distrito. Em Montemor-o-Novo e, segundo Margarida Machado, em declarações à RNA, as secretarias tiveram as suas portas encerradas esta sexta-feira.

Estes profissionais da saúde exigem melhores condições laborais, lutam pelo direito à revisão e progressão na carreira e, sobretudo pelas 35h de trabalho semanais.