GNR alertou para burlas na ARPI de Montemor-o-Novo

Sessao_GNR_ARPIA GNR promoveu ontem em Montemor-o-Novo uma sessão de esclarecimento que teve como principal objectivo dar alguns conselhos para evitar as burlas junto dos idosos.

Ver aqui Foto-Reportagem

A sessão foi dinamizada pelo Cabo Carola e Cabo-Chefe Roque da Secção de Programas Especiais – Núcleo Idosos em segurança de Montemor-o-Novo que abordou temas como as principais características dos burlões, forma de actuação, cuidados a ter em casa e na rua, e foram ainda apresentadas as novas notas de 10€ em circulação deste o passado mês de Setembro.

Sessao_GNR_ARPI_2No final da sessão foram distribuidos pelos participantes folhetos com alguns conselhos de segurança e ainda os contactos de telefone dos Guardas que integram a Secção de Programas Especiais – Núcleo Idosos em Segurança de Montemor-o-Novo.

A iniciativa decorreu na tarde de ontem nas instalações da Associação dos Reformados e Pensionistas (ARPI) de Montemor-o-Novo e integrou o programa do Mês do Idoso, promovido pelo Municipio de Montemor-o-Novo.

De acordo com a GNR os idosos são o alvo preferencial dos burlões uma vez que estão mais desprotegidos, mais indefesos, e mais isolados.

Os burlões apresentam-se por norma como amigos de familiares, ou funcionários da Segurança Social, CTT, instituições bancárias, ou empresas de gás, água, electricidade e telecomunicações, e apresentam-se bem vestidos, são bem falantes e com voz calma e carinhosa, simpáticos e com uma conversa convincente e cativante.

Alguns alertas deixados pela GNR:

Caso perceba que está a ser alvo de um burlão deve-se tentar chamar a atenção falando alto ou gritando mas mantendo a calma. Não se deve precipitar nem resistir, e memorizar as características principais das pessoas como o cabelo, roupa, cor dos olhos, se tem bigode ou barba, entre outros. Caso se faça deslocar num veículo, deve-se tentar memorizar para que lado se dirigiu, matrícula, marca e cor do carro, número de ocupantes, etc. Logo depois deve contactar a Guarda Nacional Republicana.

Em casa não deixar portas e janelas abertas, nem a chave na porta. O ideal será colocar um óculo ou uma corrente, e não deixar entrar pessoas suspeitas ou desconhecidos sem ter a certeza quem são.

O ideal será nunca dizer que está sozinho em casa nem deixar escritos nas portas ou janelas com as horas a que regressa a casa. Não deve ainda deixar acomular correspondência na caixa do correio, nem fornecer documentação nem assinar qualquer tipo de documentos.

Ter sempre à mão os contactos das autoridades e familiares.

Na rua deve transportar-se apenas o dinheiro necessário, e deve evitar-se usar objectos de valor, carteiras na mão ou no bolso de forma visivel.

Para quem usa mala na rua, o correcto é transportar a mala do lado interior de passeios, e deverá deslocar-se sempre no sentido oposto ao do trânsito e a meio do passeio.