Mais de 260 professores com horário zero no Alentejo e Algarve

sindicato_professores_zona_sulCentenas de horários de professores de Quadros de Escola e de Zona Pedagógica podem desaparecer, já a partir deste mês de setembro.

Segundo Ana Luísa Pinheiro, coordenadora do Sindicato dos Professores da Zona Sul, são “cerca de 260 (os professores) na Zona Sul, no Alentejo e no Algarve.” 

Elvas, Portalegre, Redondo e Vendas Novas são alguns dos exemplos mais significativos de agrupamentos com um elevado número de horários zero.

O Sindicato dos Professores da Zona Sul contesta o elevado número de professores com horário zero, alegando que não há professores a mais, mas sim escolas a menos.