Providência cautelar contra encerramento de Escola de Brotas indeferida

EscolaBrotasA autarquia de Mora interpôs, no passado mês de julho, uma providência cautelar com o intuito de tentar travar o encerramento anunciado da Escola do 1.º Ciclo de Brotas. Providência essa que foi indeferida.

A menos de um mês do início do ano lectivo tudo indica que aquela escola deverá mesmo fechar portas.

Os motivos que terão conduzido ao indeferimento da providência cautelar são considerados pelo presidente da autarquia como “dúbios”.

A autarquia de Mora, na impossibilidade de garantir o transporte das crianças da Escola de Brotas aguarda agora por “uma luz ao fundo do túnel”.

Recorde-se que a Escola de Brotas é uma das 311 escolas do 1º ciclo cujo encerramento foi anunciado pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC).