Falsa associação de médicos atua no distrito de Évora

decoA delegação de Évora da DECO – Associação Para a Defesa do Consumidor, tem sido confrontada, nos últimos dias, com dezenas de pedidos de informação sobre uma alegada Associação de Médicos Voluntários a atuar no distrito.

Segundo, Isabel Curvo, jurista da DECO “esta entidade não é uma associação mas, é sim uma empresa de venda agressiva para aquisição de aparelhos milagrosos sem qualquer tipo de referência médica”. 

Os alvos preferenciais são os idosos, que são convidados a apresentarem-se num determinado local, habitualmente uma unidade hoteleira, com o pretexto de ser efectuado um rastreio de doenças que causam dependência e afectam a população mais envelhecida.

Segundo o Major Rogério Copeto, da GNR de Évora “à Guarda Nacional Republicana não chegou nenhuma denúncia” relativamente a estas situações.

A Deco de Évora já alertou a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) que é a entidade fiscalizadora do sector.