Bombeira da corporação de Évora necessita de ajuda para realizar tratamento pioneiro no estrangeiro

bombeiraVeraBVEvoraVera Rosado, uma bombeira da corporação dos Bombeiros de Évora, de apenas 28 anos de idade, sofre de Esclerose Múltipla e, desde Maio do ano passado que se encontra numa cadeira de rodas devido a um surto grave e raro da doença.

A bombeira Vera já experimentou vários tratamentos mas até agora sem resultados significativos. A esperança parece estar além-fronteiras. Trata-se um tratamento pioneiro com células estaminais, disponível na Sérvia e na Suíça.

Para efetuar os tratamentos que precisa estima-se que a Vera necessite de uma soma de dinheiro entre 18.000 e 20.000€.

Quem quiser ajudar a Vera para que a sua recuperação seja possível pode fazê-lo por transferência bancária ou junto da corporação dos Bombeiros de Évora.