Campo Maior: Centro de Ciência do Café abriu portas

InauguraoCentroCinciaCaf2O Centro de Ciência do Café (CCC) foi inaugurado esta sexta-feira, dia 28, em Campo Maior, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva e do Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato.

“Um espaço único na Europa e que vai permitir ao visitante conhecer, de forma criativa, a história, a ciência e a cultura do café”, de acordo com o presidente da República. Cavaco Silva garantiu que “este centro vai trazer muitos visitantes a Campo Maior graças ao grupo Delta Cafés, uma marca de sucesso em Portugal”. “O grupo Nabeiro emprega mais de três mil colaboradores e mantém a sua sede e o seu centro de produção no Alentejo o que mostra que é possível criar empresas sustentáveis nesta região” salientou o Chefe de Estado.

Para o comendador Rui Nabeiro, com esta inauguração “a vocação empresarial da empresa eleva-se ao estatuto da ciência”. O comendador agradeceu “à família, em especial à esposa Alice Nabeiro, colaboradores, clientes e amigos todo o apoio que tem sido dado ao longo dos últimos anos”.

InauguraoCentroCinciaCaf3

João Manuel Nabeiro, administrador do grupo delta cafés, revelou-se bastante “satisfeito neste dia, não só pela inauguração do centro, como pelo aniversário do seu pai”.

“Este centro de Ciência do Café destina-se a todos: tem a vertente didática, em que se aprende de forma lúdica e tem também a vertente do turismo que vai fazer com que o Alentejo não seja esquecido”, segundo Dália Madruga, responsável pela área de comunicação.

O espaço engloba ainda uma sala de exposições onde vão estar presentes obras da coleção de António Cachola.

Ricardo Pinheiro, presidente da câmara municipal de Campo Maior, acompanhou “esta obra desde o inicio” e revelou-se “orgulhoso com o trabalho final”.

José António Mónago, presidente do Governo da Extremadura, considerou “muito importante este investimento”.

Nuno Mocinha, presidente da câmara Municipal de Elvas marcou presença na inauguração e garantiu que “este investimento vai beneficiar toda a região”. De acordo com Francisco Javier Fragoso Martínez, alcayde de Badajoz, este centro “vai receber a visita de muitas crianças”.

Ceia da Silva, presidente da entidade regional de turismo do Alentejo garantiu que “este centro engloba as vertentes da investigação e do turismo e mais uma vez o grupo Nabeiro torna-se pioneiro nesta área”.

O Centro de Ciência do Café fica situado na herdade das Argamassas em Campo Maior.