Vila Viçosa: Escultor acusa Presidente da Câmara de roubo

homem_protesta_vila_vicosa

Aníbal Ferreira é escultor e reside no Alentejo há muitos anos. Na tarde de ontem, dirigiu-se à Câmara Municipal de Vila Viçosa onde, através de um cartaz (na foto), acusou o atual presidente, Manuel Condenado, de roubo.

Em declarações à RNA, o escultor garante que “emprestou uma escultura à câmara municipal na altura da presidência do engenheiro Luís Caldeirinha Roma”. Terminado esse executivo, o artista plástico “dirigiu-se aos paços do concelho para recuperar a peça, mas a mesma tinha sido retirada do local para o Museu do Mármore, sem autorização”.

Aníbal Ferreira garante que” foi um ato de malvadez por parte do presidente e que já foi apresentada queixa na GNR”.

Luís Nascimento, vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, desvalorizou a situação, garantido que “a estátua estava na câmara sem qualquer documento que identificasse o proprietário”. A situação vai hoje ser exposta “em reunião de câmara e, se for aprovada a devolução da estátua, a mesma será entregue ao seu proprietário, mediante a assinatura de um documento que comprove o seu levantamento do Museu do Mármore”.