Operação Carnaval: “Números não satisfazem” a GNR de Évora

operacao_Carnaval_gnrA Guarda da Nacional Republicana desenvolveu, entre as 00:00 do dia 28 de fevereiro e as 24:00 do dia 4 de março, a operação “Carnaval 2014”, orientando as ações para as vias mais críticas, com especial incidência para as que conduziam aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas.

Durante a operação, o Comando Territorial de Évora registou no distrito um total de 16 acidentes, uma vitima mortal, nenhum ferido grave e cinco feridos ligeiros.

Ainda assim, para o Major Rogério Copeto da GNR de Évora, “estes números não satisfazem”. “Enquanto houver vítimas mortais vamos continuar o nosso trabalho de prevenção da sinistralidade grave”.

Neste período o morto a registar foi vítima de atropelamento. O Major Rogério Copeto chama a atenção para os cuidados a ter na estrada como a utilização da passadeira para atravessar as faixas de rodagem, e nessa situação manter o contacto visual com os condutores e esperar que os veículos parem para poder passar.

A nível nacional, e comparativamente com o ano de 2013, registaram-se 944 acidentes (mais 43), oito mortos (mais dois), 16 feridos graves (menos dois) e 263 feridos ligeiros (menos dois).