Abutres Pretos e Grifos estão a sobrevoar o concelho de Mora

GrifoAbutres Pretos (Aegypius monachus) e Grifos (Gyps fulvus) estão a sobrevoar o concelho de Mora e são constantemente avistados nas zonas mais rurais e junto às bacias de água.

 Quem o garante é Jaime Pires, gerente do Solar dos Lilases, unidade turística de Mora, e um entusiasta da observação de aves.

“Nas últimas semanas, têm-se observado inúmeros indivíduos daquelas espécies, sinal de que a região proporciona comida e zonas de segurança e aprazíveis para Abutres e Grifos”, afirma acrescentando que se pode também observar nos céus de Mora mais de 70 espécies de pássaros, incluindo um bom grupo de aves de rapina como a Águia Calçada, a Águia de Asa Redonda, Milhafre Real e Milhafre Preto, Águia Cobreira, Águia Sapeira, Peneireiro comum e Peneireiro cinzento entre outras.

   

A vasta região de montado complementada com as muitas ribeiras, barragens e charcas acompanhadas de muita vegetação fornecem óptimas condições para o desenvolvimento da natureza e especialmente das aves que precisam delas para se alimentar e proteger. 

A quantidade e qualidade de aves são tais, diz o empresário, que está a equacionar deter uma oferta permanente de Bird Watching, com pacotes de dormida, passeios de fotografia e workshops sobre o tema.

Já este ano, o Solar dos Lilases organizou um passeio e workshop de fotografia pelo concelho, orientado pelo premiado fotógrafo Nelson d’Aires.

A pensar nesta nova oferta turística, a unidade hoteleira visa dar a conhecer a região, as suas histórias, etnografia, cultura e os seus trilhos entre pedras ou árvores antigas, através da fotografia e do visionamento das aves que ali residem ou usam a região como local de nidificação complementando estes aspectos com a riqueza da gastronomia da região.