Missa de inauguração da 1.ª fase de construção do Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário

arquidiocese_evoraNo próximo dia 24 de Junho, dia da graça da solenidade do nascimento de S. João Baptista, às 18h, no Couço, concelho de Coruche (Arquidiocese de Évora), vai celebrar-se a Missa de inauguração da 1.ª fase de construção do Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário, presidida por D. José Alves, arcebispo de Évora, e que acolherá as Monjas de Belém.

O Mosteiro situa-se num verdadeiro espaço de “deserto”, conhecido pelo nome de Vale Covo, à esquerda da estrada que liga o Couço às Courelinhas, perto à Ribeira do Divor e do Monte da Aldeia Velha. A construção aconteceu num terreno oferecido por D. Ana Maria Cunhal, de Montemor-o-Novo.

Esta primeira fase corresponde a uma pequena parte do que será o conjunto de construções do futuro Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário, que já tem placa indicativa à entrada do Couço. Esta primeira fase destina-se a “hóspedes”, ou seja a pessoas que desejem passar algum tempo em ambiente de paz e contemplação, em contacto com Deus e com a natureza.

As Monjas de Belém em Portugal são um pequeno grupo de Irmãs, até agora residentes na Quinta do Calhariz, em Sesimbra, mas que, a partir do dia 24 de Junho, passará também a residir neste primeiro espaço do futuro Mosteiro. Recorde-se que foi também no dia 24 de Junho de 2012 que se realizou a bênção e colocação da 1.ª pedra do complexo a construir no local. A inauguração acontece no dia de S. João Baptista porque é o Padroeiro desta família monástica. A Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno, é uma ordem contemplativa francesa mais conhecida por “Monjas de Belém”. Trata-se de uma congregação religiosa nascida nos Alpes Franceses em 1950, e que se destaca sobretudo pelo seu carácter profundamente eremita.