Assinado contrato que visa a requalificação dos acessos ao Grande Lago Alqueva

Contrato_InAlentejo_1

O contrato de financiamento comunitário no valor de 1,44 milhões de euros para a requalificação e beneficiação de quatro estradas de acesso ao Grande Lago Alqueva foi assinado Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo.

Na cerimónia esteve presente o Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida, e o Secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro.

O projeto “Acessibilidades das Aldeias Ribeirinhas do Concelho de Reguengos de Monsaraz”, um investimento de 1,7 milhões de euros, é cofinanciado a 85 por cento através do INALENTEJO – Regulamento Específico Mobilidade Territorial e visa beneficiar e alargar todas as vias existentes, numa extensão de 8,6 quilómetros. A empreitada já foi adjudicada, tem um prazo de execução de 270 dias, e vai dotar as freguesias de Monsaraz, Campinho e Campo de estradas com qualidade para acesso ao Grande Lago Alqueva e aos equipamentos existentes para usufruto do plano de água da albufeira pelos turistas.

A estrada para o Centro Náutico de Monsaraz, com 3,2 quilómetros de extensão, vai ser pavimentada e beneficiada com o alargamento da faixa de rodagem, pois as condições de circulação simultânea de viaturas em ambos os sentidos não são as mais seguras, nomeadamente para veículos pesados ou com reboque. Quanto ao acesso ao ancoradouro de Monsaraz, com quase um quilómetro de extensão, encontra-se degradado e necessita de nova pavimentação.

A via de comunicação em “tout-venant” para o parque de merendas e para o ancoradouro de Campinho, com cerca de 2,5 quilómetros, receberá pavimento em betuminoso. Quanto ao acesso da R255 a S. Marcos do Campo, na extensão de 1,9 quilómetros, terá igualmente um novo pavimento em betuminoso.