Elvas: 4 anos e meio de prisão para agressor de Santa Eulália

Tribunal_ElvasQuatro anos e seis meses de prisão efetiva foi a pena aplicada ao homem de 33 anos que em Maio de 2011 agrediu violentamente um outro indivíduo em Santa Eulália, concelho de Elvas.

O agressor foi ainda condenado a pagar uma indeminização de 40 mil euros por danos não patrimoniais e 211 euros respeitantes a consultas médicas que a vitíma teve que receber no Hospital de S. José, em Lisboa, despesas de deslocação e portagens. Deste processo resulta ainda o pagamento de 12.587 euros à Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano por todas as despesas que foram feitas aquando do tratamento da vitíma.

Sílvio Bairrada, advogado de defesa do agressor referiu que “é uma sentença bastante dura e que não levou em conta a situação psicológica do agressor” pelo que “o recurso vai ser apresentado”. Quando questionado sobre a falta de verdade por parte da vitíma o advogado de defesa refere que não vai ser facto “determinante” para a apresentação do recurso.

No final deste processo, o tribunal entendeu que “a vitíma faltou à verdade pelo que vai ser instaurado um processo contra a mesma uma vez que não relatou a totalidade dos factos”. Sobre esta questão Álvaro Carvalho, advogado da vítima, refere “vai ainda verificar se os pressupostos se verificam”.

No banco dos réus encontrava-se um outro individuo, que foi absolvido do crime de omissão de auxílio. O agressor foi condenado pelo crime de Tentativa de Homicídio Qualificado em forma tentada.

Recorde-se que motivos passionais estarão alegadamente na origem da agressão.

A sentença final foi proferida hoje no Tribunal de Elvas.

A Rádio Nova Antena tentou falar com os dois individuos que hoje ouviram a sentença final, mas os mesmos não se mostraram disponíveis a prestar declarações.