Dia de luto e luta em Montemor-o-Novo

Em_defesa_Poder_Local_Democrtico

Na tarde de ontem, dia 22 de abril, a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo promoveu um Dia de luto e luta em defesa do Poder Local, contando com o apoio de todas as Freguesias do Concelho, do STAL-Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local e da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Montemor-o-Novo e onde participaram cerca de 300 pessoas.

Para dar visibilidade a este protesto, nos edifícios da Câmara Municipal e Juntas de Freguesia do Concelho foram colocadas faixas pretas.

A partir das 15:00 horas, os serviços estiveram encerrados, durante o decorrer da concentração. Foram convidados a juntar-se a esta iniciativa todos os trabalhadores das autarquias do concelho, de outros serviços públicos e privados, reformados, jovens, população em geral, junto ao edifício da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, como forma de protesto e luta contra as medidas do Governo.

Na iniciativa intervieram Paulo Neves (em representação do Stal), Hortênsia Menino (Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo) e António Danado (representante da ANAFRE – Associação Nacional de Freguesias).

A Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, sublinhou que a aprovação de legislação pelo Governo do PSD/CDS, visa a liquidação do Poder Local Democrático.

A terminar, a edil acrescentou que, em Montemor-o-Novo, as autarquias, a população e o movimento associativo tem desenvolvido importantes ações de luta, tomadas de posição nos diversos órgãos autárquicos e afirma a manutenção do empenho na defesa e reforço do Poder Local Democrático que garantiu um enorme, e nunca antes visto, salto qualitativo, nas condições de vida das freguesias e concelho.