RASTREIO DE CARDIOPATIAS CONGÉNITAS NO HOSPITAL DE ÉVORA

bebepeDurante o mês de março, o Hospital de Espirito Santo de Évora, EPE (HESE EPE) iniciou o programa de rastreio de cardiopatias congénitas aos bebés internados na maternidade.

Os defeitos cardíacos congénitos são o grupo mais comum de malformações congénitas e uma importante causa de morte na infância nos países desenvolvidos

.

A oximetria de pulso é um teste bem estabelecido, fiável, não invasivo, com baixo custo e sensibilidade moderada, que permite quantificar objetivamente a hipoxemia, um sinal frequentemente presente nas cardiopatias, preenchendo os critérios para rastreio universal.

O serviço de Pediatria do HESE EPE implementou este rastreio, ainda pouco usado nos hospitais nacionais, que consiste na avaliação da saturação de oxigénio por oximetria de pulso a todos os recém-nascidos, após as 24 horas de vida. Esta medida permite rastrear malformações cardíacas graves precocemente e fazer o encaminhamento necessário.

Trata-se de um exame fundamental na melhoria do prognóstico, por permitir um diagnóstico precoce e o encaminhamento atempado de situações que poderão ser fatais para os bebés.