Capoulas Santos insta Conselho e Comissão a divulgarem verbas da PAC acordadas para 2014-2020

CAPOULAS_SANTOS_Luis_PTO deputado Capoulas Santos interveio, esta semana, na Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu exortando a Comissão Europeia e o Conselho Europeu para divulgarem os envelopes financeiros da PAC (Política Agrícola Comum) atribuídos a cada Estado-membro e que foram acordados na cimeira europeia de 8 de fevereiro. O eurodeputado socialista e relator do Parlamento Europeu para a reforma da PAC criticou com dureza “a falta de transparência” das duas instituições que, 13 dias após o acordo alcançado, pelos Vinte e Sete continuam sem revelar as verbas nacionais”.

Nestes 13 dias fiz várias tentativas para obter os valores dos envelopes nacionais que os Estados-membros obtiveram e não obtive resposta”, afirmou Capoulas Santos, tendo sido secundado por todos os grupos políticos. Segundo Capoulas Santos “esta ocultação pode significar que as perdas sejam superiores ao anunciado”. No caso português, o eurodeputado afirma que “segundo as contas do Governo, e cuja base de cálculo não sabemos qual é, a perda foi de 600 milhões de euros”.

Neste contexto, o relator do Parlamento Europeu desafia a Comissão Europeia e o Conselho Europeu a divulgarem os montantes dos envelopes da Política Agrícola Comum, a preços constantes, para que possam ser comparáveis, lançando o mesmo apelo ao Governo português.