Saúde: Assinala-se hoje o Dia Mundial da Osteoporose

OsteoporoseAssinala-se hoje, dia 20 de Outubro, o Dia Mundial da Luta Contra a Osteoporose. Neste sentido, a Associação Portuguesa de Osteoporose (APO) apela à prevenção da doença que hoje afecta 650.000 portugueses, mais de 6% da população e alerta para o aumento exponencial da patologia, face o persistente envelhecimento da população que as últimas décadas têm assistido, asseverando que 75% de todas as fracturas ocorrem em indivíduos com mais de 75 anos.

A osteoporose atinge essencialmente mulheres pós-menopáusicas e pessoas idosas de ambos os sexos. No sexo feminino, a ocorrência da menopausa traduz-se numa diminuição acentuada da produção de hormonas femininas, constituindo o início de um período de perda acelerada de cálcio dos ossos. São considerados factores de risco pessoas do sexo feminino, com idade superior a 65 anos, raça caucásica e asiática e história familiar de fractura.

De acordo com a Federação Internacional da Osteoporose, nas mulheres com mais de 45 anos, o número de dias passados em hospitais por causa da osteoporose é superior ao de doenças como a diabetes e o enfarte do miocárdio.

Importa a consciencialização de que a osteoporose não é exclusiva de idosos e mulheres na pós-menopausa, apesar da redução de massa óssea poder ser 10 vezes mais elevada nos primeiros 5 anos, após o fim da menstruação. A diferença reside na velocidade de perda de massa óssea: efectivamente é menor no caso dos homens, contudo esta patologia merece a máxima atenção pois é assintomática, ou seja, “silenciosa”. No universo de 650.000 portugueses afectados pela osteoporose, 590.000 são mulheres e 59.000 são homens.

A osteoporose pode ter múltiplas causas, e muitas vezes é uma consequência do modo de vida numa fase mais jovem, ainda que existam pessoas com maior risco de sofrer ou vir a sofrer de osteoporose. Nas crianças mais pequenas, as necessidades de cálcio podem ser atingidas com cerca de 0,5L de leite, mas é na adolescência que se dá uma fase particularmente importante para a ingestão de cálcio, porque as necessidades diárias deste mineral aumentam significativamente.

Desta forma, a APO deixa alguns conselhos para prevenir a osteoporose: Beba leite, não fume, pratique exercício físico, caminhe pelo menos 30 minutos, duas ou três vezes por semana, não beba café em excesso, evite as bebidas alcoólicas, o alcoól em excesso agrava a osteoporose, evite as quedas, tenha cuidado com os tapetes, móveis e fios eléctricos, se tem mais de 45 anos deve aferir junto do seu médico a necessidade de efectuar exames de diagnóstico, se já teve uma fractura osteoporótica anteriormente (exemplo, fractura do punho) deve procurar o seu médico para lhe ser efectuado tratamento.