Grândola na rua a defender a Saúde

SaudeOs autarcas do concelho de Grândola, no Litoral Alentejano, convocam uma “manifestação com marcha lenta” para amanhã, terça-feira dia 31. A concentração é às 18 horas, na Praça da Liberdade, junto ao Memorial do 25 de Abril. Seis autarcas assinam a convocatória: os presidentes da assembleia municipal e câmara municipal e juntas de freguesia de Azinheira dos Barros, Carvalhal, Grândola e Melides.

As autarquias afirmam que “segundo os dados oficiais há, em Portugal, uma média de seis médicos por cada 1500 habitantes. No Concelho de Grândola há, atualmente, seis médicos para 15 mil habitantes!… Por este motivo há mais de seis mil utentes do Centro de Saúde sem médico de família”, asseguram.

Para estes autarcas, “chegou o momento de fazer ouvir a voz da indignação e revolta e de mostrar a força da união. O Povo do Concelho de Grândola não vai ficar de braços cruzados a assistir à contínua degradação da qualidade dos cuidados essenciais de saúde prestados no Centro de Saúde. Se o Ministério só ouve a rua, então iremos para a rua dizer «Basta!»”, afirmam os signatários do documento que convoca a manifestação.