Sentença do processo de Paco Bandeira é conhecida hoje

PacoBandeiraA decisão final do processo onde Paco Bandeira é acusado dos crimes de violência doméstica à ex-mulher e maus-tratos à filha é hoje conhecida.

O julgamento teve inicio há seis meses.  Nas alegações finais, o Ministério Público pediu a condenação a pena suspensa; no entanto, a advogada do cantor pediu a absolvição. 

O processo surgiu de uma denúncia do Gabinete de Apoio à Vítima e sentou Paco Bandeira no banco dos réus, para responder pelos crimes de violência doméstica agravada contra a ex-mulher e maus-tratos à filha menor.

O arguido negou sempre todas as acusações sublinhando que estava a ser vítima de vingança da ex-mulher que pretendia com isto obter dinheiro. Garantiu ainda que mantém uma excelente relação com a filha de 13 anos. 

Depois de terem sido ouvidas mais de 20 testemunhas o Ministério Público concluiu que não houve qualquer conspiração, o arguido teve sempre como alvo a mulher, e não a filha, e que se não fosse esta as consequências para a vítima podiam ter sido piores. 

O Procurador pediu por isso a condenação a pena suspensa do crime de violência domestica e a absolvição de maus-tratos à filha. O Tribunal de Oeiras lê ao início da tarde o acórdão.