Comemorações do 33.º Aniversário da Cidade do Montijo

©Arlindo Camacho
©Arlindo Camacho

Montijo celebra o 33.º aniversário da elevação a cidade, no dia 14 de agosto. Do programa de comemorações destaque para a entrega da Medalha de Ouro do Concelho à Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões e para o concerto de Camané.

No auditório da Galeria Municipal, às 17h00, terá lugar a Cerimónia de Entrega da Medalha de Ouro do Concelho de Montijo à Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões. A celebrar 60 anos de atividade, a Cooperativa tem um lugar de destaque no tecido empresarial local, sendo um dos mais embaixadores do Montijo, tanto em Portugal como no estrangeiro.

Após a cerimónia, às 18h00, também na Galeria Municipal, será inaugurada a exposição “Arqueologia: desenho científico e outras histórias” de Guida Casella. A mostra, patente até 22 de setembro, para além de ser uma retrospetiva do percurso desta artista plástica, residente no Montijo há dez anos, inclui ainda uma série de desenhos de grande dimensão em carvão vegetal, das ruínas industriais do Montijo, numa união entre o património local e a componente estética.

Para finalizar as comemorações do aniversário da cidade, Camané canta Marceneiro a partir das 21h30, na Praça da República.  A emoção, a tradição enriquecida com a dose certa de risco, a versatilidade. Tudo isto faz parte da personalidade artística de Camané. E tudo isto se conjuga num trabalho de homenagem a Alfredo Marceneiro.

A elevação da grande referência do fado na voz de Camané, num registo intemporal, numa justa Homenagem a uma das suas maiores referências Fado Cravo, Fado Bailado, entre tantos outros, fazem parte desta Homenagem, trazendo a sonoridade e a essência da raiz, tanto na música como nas próprias letras da época. Todas as partes envolvidas neste projeto, acreditam que este trabalho será um marco na história do Fado.

Share on FacebookTweet about this on Twitter