CP reduz oferta devido a falta de comboios

transferirA CP – Comboios de Portugal tenciona reduzir a sua oferta, reformulando os horários disponíveis, devido à falta de comboios em praticamente todas as linhas e serviços, a partir do mês de agosto.

A empresa depara-se com uma frota envelhecida, comboios avariados e falta de pessoal. Para fazer face a esta situação, a CP está a substituir comboios por autocarros ou então substitui comboios por outros de categoria inferior.

Estas supressões têm sido diárias este ano com o Intercidades para Évora, o Alfa Pendular para Braga ou Guimarães, bem como no Algarve, no Alentejo e no Oeste.

Por outro lado, as oficinas que não têm pessoal para manter e reparar os comboios, que estão velhos e sujeitos a rotações cada vez maiores, aumentando a probabilidade de avarias. A situação tenderá a piorar nos próximos meses com o período de férias na EMEF (oficinas da CP) e um aumento na procura por parte dos passageiros.

A empresa está a ficar sem comboios e comprar novos comboios é um processo que demora, no mínimo, três anos. O concurso público para comprar material circulante ainda não tem caderno de encargos.