Lampreia-marinha no Fluviário De Mora (c/ fotos)

A Lampreia-marinha (Petromyzon marinus) é um migrador anádromo, a sua vida decorre no mar, subindo os rios para se reproduzir. É um vertebrado aquático semelhante aos peixes; no entanto não possui mandíbulas. A boca funciona como uma ventosa e tem um corpo serpentiforme.

Esta espécie chega aos rios de Portugal entre Dezembro a Março. É nesta altura que vem para se reproduzir e após a reprodução morre. Por ser uma espécie que está no fim do seu ciclo de vida não irá permanecer sempre na nossa exposição.

Muita gente conhece a lampreia “no prato” pois a sua confeção é apreciada por muitos amantes da gastronomia. São muitos os locais do país onde, nesta altura do ano, o arroz de lampreia é servido. No entanto ver uma lampreia viva só no Fluviário de Mora.

O Fluviário de Mora é um aquário dedicado aos ecossistemas de água doce e já recebeu, desde a sua abertura, quase 800 mil visitantes (número que atingirá ainda em março). Ao longo da visita são dados a conhecer os mais de 600 exemplares de 65 espécies que habitam os rios de Portugal, e não só.

Mais informações disponíveis em: www.fluviariomora.pt ou www.cm-mora.pt