Futebol: U. Montemor vence Juventude com Adrien a ser herói

c732db05-abae-47e7-bcb2-eacd80993d6e_largeEste domingo jogou-se nos Distritais da Associação de Futebol de Évora, a 17.ª jornada da Divisão de Elite e a 15.ª jornada da Liga AFE.
Na Elite houve derby entre Juventude de Évora e Grupo União Sport (GUS), numa excelente partida de futebol, que terminou com os alvinegros a marcarem o golo da vitória aos 94 minutos. Ainda na Elite, o Cabrela deslocou-se a Reguengos, onde perdeu por 3-0. Na Liga AFE, o Fazendas do Cortiço recebeu e venceu o Calipolense por 3-2, dando a cambalhota no marcador, após ter estado a perder por 0-2, enquanto que o Valenças perdeu por 5-0 em Aguiar.

Quanto ao Juventude-União de Montemor, jogo que a RNA acompanhou com relato e reportagem, esta foi uma partida que iniciou movimentada, num jogo bom e bonito. Aos 5 minutos o Juventude fez a sua primeira jogada de perigo. A partir daí o GUS tomou conta do jogo, destacando-se a primeira oportunidade dos alvinegros, aos 9 minutos, com o União a ter também uma boa ocasião para se colocar em vantagem, com Xande a cabecear ao lado da baliza à guarda de Luís Marques. O União entrava bem no jogo e, com 15 minutos, estava por cima na partida, mas no marcador mantinha-se o nulo. Depois de sofrerem alguma pressão, os azuis e brancos responderam, com Otávio a rematar mas muito por cima. Aos 27 minutos, num contra ataque venenoso do Juventude, Ivanildo correspondeu bem a um cruzamento e, no coração da área, fez o primeiro do encontro. Aos 31 minutos, Francisco Lucas perde a bola, com Fábio Capela a acreditar e a cruzar de trivela para o suspeito do costume – Xande – marcar e colocar justiça no marcador. Pouco depois, esteve à vista o segundo para o União, com Xande a rematar para uma estrondosa defesa do guardião juventudista. A primeira parte chegaria ao seu término, com um empate a uma bola no marcador, num bom desafio de futebol, do melhor que vimos esta temporada, com a equipa forasteira a ter uma grande 1.ª parte.
Os segundos 45 minutos iniciaram-se sem alterações em ambas as formações. O União voltou a entrar bem na partida, com o jogo a manter-se vivo e equilibrado. O União nos minutos iniciais teve boa oportunidade para faturar, com Capela a tirar tinta ao poste da baliza do Juventude, após recuperação de bola a meio campo. Também o Juventude teve grande oportunidade, aos 57 minutos, com Nhuka a enviar a bola ao lado e, pouco depois foi Ivanildo a perigar a baliza alvinegra. O Juventude, aos 59 minutos, foi o primeiro a mexer no jogo, fazendo entrar Pato para o lugar de Pérez. Cipriano Madeira colocava nesta altura os primeiros jogadores em aquecimento. O jogo entrava nos últimos 15 minutos, com o desafio a manter uma grande rotação, com o Juventude a começar a carregar, com alguns jogadores do União a cairem fisicamente. Entretanto, e com o Juventude por cima na partida, foi Nuno Brás a fazer uma monumental defesa. Também Nhuka, na pequena área, iria falhar o segundo para o Juventude de forma incrível de baliza aberta. A primeira alteração para o GUS, tratou-se do regresso de Lino malhão à competição, após longa ausência por lesão, substituindo Jean. O jogo começava a ficar confuso e feio, com o União a tentar defender este resultado e a ser menos perigoso. O Juventude trocaria Nhuka por Farinha, aos 80 minutos. Aos 87 minutos, Capela, que fez uma bela partida, saiu estoirado, entrando para o seu lugar Nuno Silva. Mas, ao cair do pano, Adrien virou herói, encheu-se de fé, rematando um tiraço do meio da rua aos 94 minutos, marcando o segundo para o União. Adrien ainda iria sair, entrando para o seu lugar André Pinto. O jogo aquecia, com Pedro Amendoeira a ver segundo amarelo e a receber ordem de expulsão, por palavras ao árbitro. O desafio iria chegar ao seu término, com uma vitória arrancada a ferros para o União, numa grande partida, onde a equipa Montemorense revelou enorme atitude, a não dar uma bola por perdida, numa exibição muito personalizada diante do Juventude, que vinha de 6 vitórias consecutivas, e que perde assim a liderança da Elite para o Redondense. Diga-se que o empate seria o resultado mais justo, mas hoje houve aquela pontinha de felicidade, que muitas vezes faltou ao GUS.

Divisão de Elite AF Évora: Juventude de Évora 1-2 U. Montemor, Canaviais 3-0 Arcoense, At. Reguengos 3-0 Cabrela, Monte do Trigo 1-1 Sp. Viana, Lusitano de Évora 2-0 Portel, Redondense 5-0 Corval, Perolivense 0-4 Alcaçovense.

Liga AF Évora: Fazendas Cortiço 3-2 Calipolense, Santana do Campo 1-2 Tourega, Giesteira 1-1 Arraiolense, Aguiar 5-0 Valenças, S.B. Outeiro 2-2 Bencatelense. Folga: Estremoz

Share on FacebookTweet about this on Twitter