Pedido de Audiências ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas e à IP

alcacer_do_sal_grandolaA Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola vem desde a alguns anos a esta parte, a reivindicar um conjunto de intervenções no IC1, que visem melhorar, oferecer e garantir as necessárias condições de circulação e segurança aos milhares de utentes que por ali passam diariamente.

Durante anos foram muitas formas de luta que esta Comissão de Utentes promoveu (abaixo-assinados, a marchas lentas, a manifestações, pedidos de audiência parlamentares e ministeriais, etc.) junto dos diversos Governos Constitucionais (PS e PSD/CDS), com o propósito de se realizar obras urgentes de beneficiação no IC1. Nessas ações, exigiu-se, ainda, que esta infraestrutura rodoviária, regressasse à jurisdição do Estado, (para a Infraestruturas de Portugal S.A.), impondo-se um fim a uma subconcessão rodoviária, à muito inquinada, por um modelo de negócio, um contrato de subconcessão através de uma Parceria Público-Privada (PPP) que consideramos desastrosa, em primeiro lugar para as populações dos dois Conselhos de Alcácer do Sal e Grândola, mas também, para o interesse publico em geral, que neste caso particular, lesou e tem lesado o país em muitos milhões de euros, referimo-nos ao contrato com a SPER – Sociedade Portuguesa para a Construção e Exploração Rodoviária, S.A., relativo à conceção, construção, aumento do número de vias, beneficiação, financiamento, exploração e conservação de diversos lanços  de autoestrada e de vias, genericamente designada por SUBCONCESSÃO DA AUTO ESTRADA DO BAIXO ALENTEJO.

No primeiro semestre de 2017, tomamos conhecimento do anuncio do Concurso Publico para intervenções no IC1, num valor estimado de 6,4 milhões de euros, estimando-se, que esta obra tenha inicio no primeiro trimestre deste ano de 2018.

Terminado o ano de 2017 e estando a iniciar um novo ano com o qual espera uma concretização definitiva desta problemática, a Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola, considera útil e importante solicitar audiências ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas e à IP – Infraestruturas de Portugal, S.A. para saber o ponto de situação deste processo, para posteriormente, transmitir e esclarecer todos os Utentes que nos abordam e contatam.

A Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola exigem ao Estado transparência, responsabilidade e respeito pelas populações e pelos utentes/utilizadores desta infraestrutura rodoviária e que seja de facto dada uma resolução definitiva a este processo do Itinerário Complementar – IC1.

Sob o lema: “HÁ ANOS QUE ESTE DRAMA EXISTE…PORQUE NÃO QUEREMOS MAIS MORTES NESTA ESTRADA…EXIGIMOS REPARAÇÃO DO IC1 (N5/N120)”.

Share on FacebookTweet about this on Twitter