Futebol: U. Montemor entra em 2018 a vencer

2215099087-bolaaaOs Distritais de Seniores de Futebol de 11 da Associação de Futebol de Évora regressaram este fim-de-semana à competição, com a realização da 11.ª jornada na Divisão de Elite e da 10.ª jornada na Liga AFE.

O Grupo União Sport (GUS) recebeu no 1.º de Maio o Perolivense. O União terminou bem o ano com duas vitórias importantes. Para o campeonato foi às Alcáçovas vencer por 2-0 e carimbou a passagem às meias-finais da Taça Distrito de Évora ao bater o Portel, também fora de portas, por 1-0. O adversário de hoje chamava-se Perolivense e vinha de uma derrota caseira de 4-0 com Canaviais. O objetivo de Cipriano Madeira, Treinador do GUS, era estar ao nível dos últimos jogos de 2017.
O jogo começou equilibrado até que, ao minuto 13, na primeira grande oportunidade do jogo, o suspeito do costume – Xande – inaugurou o marcador para o GUS, correspondendo com tranquilidade a um cruzamento de régua e esquadro de Fábinho, após jogada entre Paulo Pinheiro e Jean. Minutos depois, o União quase ampliava a vantagem, após desmarcação de Capela para Xande, que isolado rematou para grande defesa do guardião do Perolivense. A partir dos 25 minutos o GUS ficou reduzido a 10 unidades, com André Pinto a ver vermelho direto, por suposta agressão a um jogador do Perolivas. Apesar disso, o União continuou a criar várias oportunidades, porém, sem aproveitamento. O Perolivas pouco incomodou Nuno Brás, revelando-se muito curta. Ao intervalo mantinha-se 1-0, com vantagem para o GUS.
No retomar do jogo o perolivense efetuou a sua primeira alteração colocando João Freire no lugar de Tiago Serra. A 2.ª parte começou de forma incaracterística com uma série de passes errados de ambos os conjuntos. O União mantinha o controlo do jogo mas revelar alguma cerimónia no momento do remate. Aos 22 minutos da 2.ª parte, o União teve uma grande oportunidade com Paulo Pinheiro à vontade a cabecear ao lado, jogador que teria mais tarde duas oportunidades, mas sem sucesso. Miguel Barrenho seria a primeira substituição efetuada por Cipriano Madeira a render Fábinho. Valia ao União um Perolivense pouco agressivo que praticamente não criava perigo, ainda assim o jogo não estava seguro já que a vantagem era mínima. O Perolivense efetuou nova alteração fazendo entrar Cameirão aos 73 minutos. Aos 77 minutos a formação alvinegra também fazia nova substituição com Adrien a render Capela. A formação forasteira efetuaria também nova alteração com Miguel Sousa a ser substituído por Miguel Silva. Já em tempo de descontos, o árbitro assinalou grande penalidade sobre Xande, com Fábio Neves a não aproveitar. O jogo iria chegar ao seu término com o GUS a alcançar o mais importante, amealhando os 3 pontos da vitória, uma vitória justa para a única equipa que tentou ganhar esta partida.
Resultados Finais:
Divisão de Elite (11.ª jornada): Arcoense 4-0 Alcaçovense, At. Reguengos 0-1 Lusit. Évora, Juventude Évora 6-1 Monte Trigo, Canaviais 3-1 Redondense, U. Montemor 1-0 Perolivense, Cabrela 1-2 Corval, Sp. Viana 3-0 Portel.

Liga AFE (10.ª jornada): Giesteira 1-7 Santana do Campo, Aguiar 3-1 Fazendas do Cortiço, SB Outeiro 0-2 Estremoz, Bencatelense 0-5 O Calipolense, Valenças 3-1 Tourega. Folga: Arraiolense

 

 

Share on FacebookTweet about this on Twitter