Futebol: U. Montemor e Cortiço goleiam e seguem em frente na Taça Distrito de Évora

união_calipolense 2Arrancaram este fim-de-semana, em termos oficiais, as competições da Associação de Futebol de Évora, através da 1.ª eliminatória da Taça Distrito de Évora “Dinis Vital” que é dado o pontapé de saída.
Na 1.ª eliminatória da Taça Distrito de Évora “Dinis Vital”, o Grupo União Sport (GUS) recebeu no Estádio 1.º de Maio a formação do Calipolense, que regressa à competição esta época, enquanto que o Cortiço teve receção ao Bencatelense.
A partida começou quase de sentido único, com um Calipolense muito remetido à defesa. No primeiro tempo houve 40 minutos de completo domínio alvinegro e com 5 minutos onde o Calipolense podia também ter marcado. O GUS entrou bem na partida inaugurando o marcador aos 5 minutos, num golo pleno de oportunidade, naquele que foi o primeiro remate da partida, com Fábinho de um ângulo bem fechado a colocar de cabeça a bola na baliza do Calipolense. Aos 20 minutos, após pontapé livre de Fábinho e desvio de Rui Pereira, e Xande à ponta de lança marca o segundo para a formação da casa. Após 30 minutos de sentido único, o Calipolense esteve à beira de marcar, com três belas oportunidades, revelando-se muito perigosa em lances de bola parada, com Nuno Brás a mostrar toda a sua categoria e a estar em grande plano. Aos 38 minutos, Ramos derruba Rui Pereira na grande área, com o árbitro a apontar sem dúvidas para a marca de grande penalidade. Na transformação o capitão Fábio Neves não vacilou e atirou para o lado esquerdo, sem hipótese para o guarda-redes adversário e, desta forma, o GUS a apontar o terceiro da tarde. Até ao término da 1.ª parte o marcador já não se alterou, registando-se ao intervalo 3-0 para o GUS, um resultado justo e que apenas pecava por escasso.
A 2.ª parte começa com novo golo de Xande, aos 47 minutos, a responder positivamente a um cruzamento de Fábinho, e estava feito o 4-0. Aos 66 minutos, assistimos a um momento mágico nesta partida, com André Pinto a marcar através de um canto direto, com a bola a descrever um arco fantástico, batendo no poste e entrando no fundo das redes. Fábio Neves iria também bisar no jogo, aos 71 minutos, num golão de livre direto, a uns bons 30 metros da baliza. Aos 80 minutos, depois de um cruzamento de Jean, Nuno Silva no meio dos centrais cabeceia para o sétimo golo.
Em suma, perante um adversário muito frágil, o União efetuou uma exibição agradável, sempre a pressionar alto, alcançando um resultado expressivo, inclusivamente, com a equipa alvinegra a efetuar as 7 substituições possíveis. Saúda-se igualmente o regresso do Calipolense que ainda tem muito trabalho pela frente, mas que segundo o seu treinador, luta pela subida à Divisão de Elite.

Resultados da 1.ª eliminatória da Taça Distrito de Évora “Dinis Vital”:
U. Montemor 7-0 Calipolense, Fazendas Cortiço 5-1 Bencatelense, Juv. Évora 2-0 C.C. Corval, Redondense 4-0 Santana do Campo, Portel 6-0 Giesteira, Aguiar 0-2 Alcaçovense (23/9), Valenças-Tourega (30/9), Perolivense-Canaviais (5/10).

Share on FacebookTweet about this on Twitter