Autarca de Reguengos de Monsaraz recandidata-se pelo PS

JoseCalistoO autarca socialista de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, vai recandidatar-se pelo PS a um terceiro e último mandato à presidência da câmara, nas eleições autárquicas deste ano, revelou hoje o próprio à agência Lusa.

“Demonstrei a minha disponibilidade para um terceiro mandato e o partido”, através da concelhia, “aceitou essa mesma disponibilidade, por unanimidade”, disse o autarca.

Natural de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, José Calixto, de 52 anos, que já tinha sido vice-presidente do município, foi eleito pela primeira vez presidente da câmara nas autárquicas de 2009.

“Este terceiro mandato é o mandato dos grandes desígnios, muitos deles preparados estrategicamente” nos últimos anos, assumiu o candidato.

Uma das apostas, disse, vai ser “a conclusão do acesso rodoviário estrutural ao concelho”, nomeadamente através da nova ponte sobre o Rio Degebe e da respetiva variante, em construção, para melhorar a ligação entre Reguengos de Monsaraz e Évora.

Outros dos “desígnios”, segundo o candidato, vão ser o bloco de rega agrícola de Reguengos de Monsaraz, o investimento na Saúde, a resolução de “problemas habitacionais de núcleos urbanos socialmente desfavorecidos” e a regeneração urbana e mobilidade.

“Temos um Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Sustentável aprovado e, certamente, iremos terminar o mandato atual com quase 10 milhões de euros de fundos comunitários consignados para projetos”, argumentou.

Militante do PS desde 1989, o atual presidente e recandidato à liderança do município é licenciado em Economia pela Universidade de Évora, tendo frequentado pós-graduações nas universidades de Coimbra e Nova de Lisboa.

Além de liderar a autarquia, José Calixto desempenha funções em diversas entidades, nomeadamente como presidente da Rede Europeia de Cidades do Vinho (RECEVIN).

A candidatura socialista é a segunda a ser anunciada a Reguengos de Monsaraz, cujo executivo municipal é composto por quatro eleitos do PS e um da CDU, visto que o PSD já aprovou a médica Elsa Bento Góis à “corrida” eleitoral.

No distrito de Évora, com 14 concelhos, a CDU lidera seis municípios (Alandroal, Arraiolos, Évora, Montemor-o-Novo, Mora e Vila Viçosa), o PS cinco (Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas e Viana do Alentejo) e os outros três (Borba, Estremoz e Redondo) são presididos por movimentos independentes.

Share on FacebookTweet about this on Twitter